A Política Nacional

[one_half last=”no”]
[slider][slide]https://saudecampofloresta.unb.br/wp-content/uploads/2013/09/LesteMG_aico.jpg[/slide][slide]https://saudecampofloresta.unb.br/wp-content/uploads/2013/09/8166500652_b4400ce2bb_o.jpg[/slide][slide]https://saudecampofloresta.unb.br/wp-content/uploads/2013/09/Rio_Doce_Aico.jpg[/slide][/slider]
[/one_half]

[one_half last=”yes”]
[title size=”2″] Saúde das populações do campo, da floresta e das águas[/title]
Publicada em 2011, a Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo, da Floresta e das Águas (PNSIPCF) tem o objetivo de garantir o direito e o acesso à saúde por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), considerando seus princípios fundamentais de equidade, universalidade e integralidade. Ela abre caminhos para incluir as peculiaridades, especificidades e necessidades em saúde dos trabalhadoras/es rurais, dos povos da floresta e comunidades tradicionais.

As populações do campo, da floresta e das águas têm seus modos de vida, produção e reprodução social relacionados predominantemente com a terra e com a água. São os grupos que habitam ou usam reservas extrativistas em áreas florestais ou aquáticas, camponesas/es, agricultoras/es familiares, trabalhadoras/es rurais assentadas/os ou acampadas/os, trabalhadoras/es assalariadas/os e temporárias/os.

[tooltip title=”Glossário”]Conheça os objetivos, princípios, diretrizes, atribuições e termos usados na Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo, da Floresta e das Águas[/tooltip]

[/one_half]

[separator top=”80″]

[separator top=”80″]

[content_boxes]
[content_box title=”Populações do campo, da floresta e das Águas” image=”” icon=”tablet”]A política é voltada para a garantia da saúde de trabalhadoras/es rurais, dos povos da floresta e comunidades tradicionais – que são chamados de povos do campo,  da floresta e das águas. Eles têm seus modos de vida, produção e reprodução social relacionados predominantemente com a terra e as águas.[/content_box]
[content_box title=”Sociedade e ambiente” image=”” icon=”random”]O reconhecimento de que a saúde é determinada pelas condições econômicas, sociais e ambientais em que vivem as comunidades e populações foi incorporado nesta Política, indicando ações intersetoriais, consideradas como imprescindíveis para o impacto sobre o nível de vida e saúde das populações do campo, da floresta e das águas.[/content_box]
[content_box title=”Política transversal”  image=”” icon=”tint”]Tem caráter transversal e envolve diversos setores do governo Federal. A operacionalização apóia-se no Pacto pela Saúde que prevê as metas sanitárias, o aperfeiçoamento da gestão e a defesa do SUS. A expansão da cobertura de serviços de saúde exigirá decisão política e destinação de recursos voltados para a a promoção da equidade em saúde.[/content_box]
[content_box last=”yes” title=”Grupo da Terra” image=”” icon=”text-width”]A política foi elaborada com a participação do Grupo da Terra. Constituído em 2003, sob coordenação da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde (MS), o Grupo da Terra é composto por áreas técnicas do MS e por movimentos Sociais que atuam no campo e preocupam-se com a saúde das populações rurais.[/content_box]
[/content_boxes]

[separator top=”80″]

[title size=”2″]
Documentos completos[/title]

 

Acesse aqui a página do Ministério da Saúde sobre Saúde da População do Campo, da Floresta e das Águas com textos e documentos oficiais.

Deixar uma resposta